O Luthier

Minha História com a música começou com meus pais, filhos de imigrantes Italianos, que ouviam grandes músicos como Nardeli , Sivuca e Jacó do bandolim entre outros. Cresci com estas e outras influências ouvindo os discos de Dilermando Reis sendo que este era muito influente em nossa cultura musical, pois meu tio Antonio arriscava algumas valsas e choros deste grande violonista que tocava popular e clássico usando um violão com corda de aço, o que era comum no Brasil naquela época. Com dezessete anos comecei a estudar violão em Sorocaba com um grande músico chamado Paulo Medeiros, que me orientou por seis anos e meio. Neste período comecei a ouvir muitos outros violonistas nacionais e internacionais. Logo depois conheci um Luthier chamado Lineu Bravo que pouco tempo depois se tornou meu grande amigo, com ele pude aprender muitas coisas sobre a arte de confeccionar violões. Muita pesquisa individual também me ajudou a construir grande parte do meu conhecimento sobre a construção deste maravilhoso e poético instrumento. Meu primeiro violão foi feito em mogno com auxílio do meu Mestre e já saiu um bom instrumento que só está comigo até hoje, pois me recusei a vendê-lo por diversas vezes, sendo ele fruto de muita pesquisa e feito com muita minúcia.

Meus dois primeiros instrumentos foram confeccionados com tampo baseado nos violões do Luthier Manoel Rodrigues, que são conhecidos por um timbre peculiar e muito suave. Um deles foi adquirido pelo meu grande amigo Fraudísio que o possui até hoje.

Na atualidade meus instrumentos são baseados na Tradição Torres/Hauser, que na minha opinião reproduz um som equilibrado além de grande volume. Cada instrumento é confeccionado individualmente de acordo com as características e gosto de cada músico.

Meus instrumentos são construídos com precisão, beleza e arte. As madeiras que utilizo são maciça e muito bem selecionadas para que eu tenha no final de cada trabalho um instrumento de alta qualidade, com um som equilibrado, excelente volume e um timbre melodioso que para mim é a essência de um verdadeiro violão de concerto.

Objetivo:

Como músico, sempre busquei um instrumento que me transmitisse harmonia entre bordões e primas, que fosse confortável, belo e capaz de inspirar quem o tocasse ou ouvisse. Hoje, como Luthier, objetivo a busca por um instrumento de excelente balanço

acústico, tocabilidade, volume, projeção, e acabamento. Certamente sei que cada instrumento que faço é único em suas qualidades, assim, a comparação com outros nomes se torna inviável.

Sobretudo, lembrando minha busca quando músico, desejo que meus instrumentos, por gerações, inspirem violonistas que desta forma possam transformar a madeira que trabalhei em melodia.

Agradecimentos:

Agradeço em primeiro lugar a Deus por minha vida. Por me guiar e proporcionar alegria de viver entre meus familiares, amigos e músicos. Aos meus pais Gentil Piraja e Maria Joaquina dos Santos Piraja que são minha inspiração e exemplo de honestidade e perseverança. Eles são os responsáveis por tornar meu sonho de ser Luthier em realidade. O tempo ensinou a eles as experiências mais belas que estão me transmitindo ao passar dos anos.

Aos meus filhos Renato Beltrão Pirajá e Rafael Beltrão Pirajá que são meu “BEM MAIOR” e motivo de muita felicidade, presente de Deus para toda vida, razão do meu viver.

Agradeço e dedico este site para a grande responsável pelo sucesso já alcançado, Gleice Renata Gomes Beltrão Pirajá, minha esposa, pessoa que sempre sonhei e que Deus colocou ao meu lado. Agradeço por você estar participando e ajudando a realizar “NOSSOS” sonhos. Viveremos sempre juntos com muito amor e cumplicidade. Quero viver repetindo:

– Eu amo amar vocês!

Ao luthier Lineu Bravo, que com muita sabedoria e paciência, acreditou e soube me passar as respostas para minhas constantes e quase infinitas dúvidas sobre este misterioso instrumento.

Fraudísio, Paulo Medeiros, Valdeir Felix (Deco), Alessandro Penezzi, João e Hudson (DO RE MI ), Renato Correa, Guilherme Fanti, Bruno Cavalcante, Marcus Toscano, Amadeu Rosa, Mário Estanislau, Cláudio Juiz, Oscar Ferreira, José Rodrigues, Camilo Macedo, Alsidnei e Adriano Franklin e Sérgio Pires, são amigos que de uma forma ou de outra, deram importante auxílio em minha carreira.

Deus abençoe a todos!

Comments are closed.